AO: pura emoção com a final dos sonhos
Por Chiquinho Leite Moreira
janeiro 27, 2017 às 7:23 pm

A atmosfera da Rod Laver nestes últimos dias traduziu com fidelidade o desejo da maioria dos amantes do tênis: uma decisão de Grand Slam, como o Aberto da Austrália, entre dois dos maiores nomes da história do esporte: Roger Federer e Rafael Nadal.

Esta decisão, ao meu ver, não satisfaz apenas a torcida. Mas sim é a final do sonhos para estes dois extraordinários tenistas. Tanto Federer como Nadal revelaram em interessantes e descontraídas entrevistas em quadra que não imaginavam mais viver estes momentos. Ambos lembraram das ironias trocadas na inauguração da academia do espanhol, de que se reencontrariam apenas em jogos exibição, ou em bate bolas com crianças.

Fenomenal é o adjetivo indicado para estes dois incríveis jogadores. Se a atuação de Federer diante de Stan Wawrinka já foi o máximo que se tinha visto no torneio, Nadal superou em emoção, técnica, luta, garra e físico em suas quase cinco horas diante de Grigor Dimitrov.

A final dos sonhos está repleta de números, de recordes e feitos invejáveis. O retrospecto entre estes dois astros mostra uma ampla vantagem do espanhol. Eles irão se enfrentar pela 35a. vez. Nadal tem 23 vitórias contra 11 derrotas, com 14 a 7 em finais, 3 a 0 no AO, 9 a 2 em Grand Slam, sendo 6 a 2 em decisões deste nível. E plagiando o Tadeu Schmidt, do Fantástico, sabe o que isso quer dizer? Nada… é isso mesmo. A esta altura da vida destes dois gênios da raquete estar preso a estatísticas, a meu ver, não quer dizer muita coisa.

O importante agora é uma final repleta de emoções, com dois tenistas que dividem os corações dos amantes do tênis. E que vença o melhor.

Ainda em tempo: se Nadal ganhar será 4, perdendo 6. Federer está em 14 e se for campeão será top ten. Confesso que ao ver isso no informativo da ITF voltei a ficar com vontade de plagiar o Tadeu Schmidt. Afinal, o que importa isso agora? Vale mesmo a emoção deste expressivo reencontro de dois artistas para mais um dia de histórico no tênis.

 


Comentários
  1. Ernesto

    Concordo plenamente… nessa altura do campeonato , estatísticas não influenciam… essa final realmente parece retroagir a época de Muhammad Ali x George Foreman ou Joe Frazier… algo sem precedentes… de forma alegórica , Federer (Ali) x Nadal (Foreman ou Frazier)… não há favorito… dependerá do dia , inspiração , força interior sobrenatural , e tudo isso eh um conglomerado de variáveis que somente Deus sabe o que irá acontecer !

    Reply
  2. Mario Cesar Rodrigues

    Caro Chiquinho belo post quem apostaria em uma final Rafa e federer no começo do torneio nem eu que sou Rafa fanático..Mas numeros são numeros e o que acho legal eles já são campeões do AO.dividem o torneio kkkk mas vamos ver vou dar um palpite Rafa 6×4 6×3 7×5 3 horas de jogo abs!

    Reply
  3. Francisco

    Boa tarde xará!

    Como fã incondicional de Roger Federer, só posso expressar o que sinto agora numa única palavra: #OREMOS!

    Reply
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Comentário

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>